Anúncios
RSS

O SABOR DA BALA

20 out

Te conhecer – Toque no altar

 

               É bem provável que você me consideraria um grande tolo se eu lhe fizesse a seguinte pergunta: “Qual é o sabor da bala que está na minha boca?”. E, certamente, sua avaliação ao meu respeito seria aceitável desde que você não tivesse visto a bala que eu havia pego, pois é óbvio que se você não viu, não pode dizer com precisão qual é. Pode até arriscar, mas será difícil acertar ( a não ser que você tenha muita sorte), certo?

              Talvez você esteja se perguntando aonde eu quero chegar e já vou dizer. É muito comum encontrarmos pessoas que  querem dar sua opinião sobre Jesus, sobre a Bíblia e questionam a validade ou a confiabilidade deles e da nossa fé. Muitos chegam a afirmar que isso não passa de crendices, fanatismos ou coisas semelhantes e, conseqüentemente, não dão crédito a tudo que diz respeito a Deus. O que geralmente produz em nós uma “revolta santa” (sé é possível empregar esse termo). Como podem opinar sobre coisas desconhecidas?

              Logicamente, da mesma forma que não conseguimos, por mais que queiramos, explicar o quanto a bala que estamos chupando é deliciosa, não temos condições de explicar a alguém e convencê-lo de  como Jesus é real e maravilhoso. Porém, podemos desafiar aquele que põe em dúvida a validade da nossa fé a procurar ter a sua própria experiência com o Senhor, convidando-o para vir morar em seu coração; a sentir, com seu  próprio paladar, o incomparável “sabor da bala”.

              Gostaria, ainda, de chamar sua atenção para outro problema sério: o fato de muitas pessoas que freqüentam as igrejas também não terem experimentado o verdadeiro sabor da bala (Jesus); somente o conhecem de “ouvir falar”, isto é, religiosamente. Em outras palavras: o Senhor ainda não é real para elas; não saltou das páginas da Bíblia para dentro delas, o que significa estar perdendo o tempo. Jesus é um ser pessoal e deseja ardentemente que o conheçamos pessoalmente.

              Portanto, se esse for o seu caso( e não o estou julgando,apenas coloco como uma hipótese), eu o desafio também a buscá-lo com todo o seu ser – coração e mente -, para que possa experimentar a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para a sua vida e assim você saberá e poderá afirmar de modo inquestionável qual é o “sabor da bala”. Não se contente em apenas ouvir falar. Prove. Experimente você mesmo, pois só dessa forma você poderá testemunhar de Jesus de maneira tão verdadeira e brilhante que deixará  a pessoa que ouve com água na boca de tanta vontade de experimentá-lo.

              Pense nisso. Medite. Ore sobre isso.

              Que Deus o abençoe e guarde. Que Deus faça resplandecer o seu rosto sobre você e dê a paz, que o fará sentir prazer em servi-lo, adorá-lo, obedecê-lo.

Anúncios
 

Tags: , ,

Uma resposta para “O SABOR DA BALA

  1. José Paulo de Araújo

    23/10/2008 at 13:29

    Que Deus continue te dando unção para que essa iniciativa maravilhosa abençoe muitas vidas!

    Curtir

     

Deixe uma resposta para José Paulo de Araújo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: