Anúncios
RSS

Andar com Deus – Noé

28 jun
NOÉ

NOÉ

Outro dia, o Senhor me permitiu escrever um artigo com o mesmo título deste que agora redijo, no qual falei a respeito de Enoque, sobre quem a Bíblia informa que andou com Deus e foi tomado pelo Pai, ou seja, foi arrebatado.

No entanto, como disse naquela ocasião, ele era apenas uma das personalidades bíblicas que sempre estão presentes em minhas reflexões por serem grandes exemplos e servirem de motivação para cada um daqueles em cujo coração saltita o desejo de também andar nas pegadas do Mestre. Agora, convido você para caminhar comigo pela história de Noé, pois ele tem muitas lições a nos ensinar.

Para iniciar nossa prosa, penso ser importante registrar o que está narrado a respeito dele em Gênesis 6:8 e9: “Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor. Esta é a história da família de Noé: Ele era homem justo e íntegro entre o povo de sua época; ele andava com Deus”. Na Nova Versão Internacional, fala: “A Noé, porém, o Senhor mostrou benevolência” e, na Bíblia Mensagem, lemos: “Mas Noé era diferente e o Eterno gostou do que viu em Noé”.  

     Mas por que há essa declaração sobre ele? É fácil entender. Se voltarmos aos versículos anteriores, veremos que as pessoas haviam se corrompido de tal maneira que Deus se arrependera de ter feito o ser humano. No versículo 5, diz: “E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra, e que toda a inclinação dos pensamentos do seu coração era sempre e somente para o mal”.

Todavia, quando o Pai olha para esse homem, ele vê alguém diferente. Noé não havia se corrompido como os demais de sua época ou geração. Ao contrário, se mantivera fiel, justo, reto, íntegro. Permanecera andando com Ele, independentemente da pressão que certamente sofria por caminhar na contramão da história. Esta é a primeira grande lição que se pode aprender com ele: manter-se íntegro em todo o viver, mesmo em meio a toda a degradação moral existente ao seu redor.

Por causa disso, o Senhor planejou algo especial para ele: recriar a humanidade a partir da sua família. Contudo, o que parecia ser tão simples para o Senhor, requeria desse homem coisas essenciais a qualquer um que almeja fazer história com Deus. Para que isso se tornasse realidade, era preciso que ele construísse a arca. E, por cento e vinte anos, Noé e sua família trabalharam nesse projeto. Desse modo, recebemos o segundo ensinamento: a necessidade de persistência e disciplina para concluir a obra.

Por certo, durante esse período, muitas pessoas, até mesmo seus parentes e amigos os criticaram, debocharam deles, consideraram-nos loucos, fanáticos ou quaisquer coisas semelhantes a essas. Talvez, mesmo sua família ou ele próprio tiveram momentos de dúvida. Lembra que nunca tinha chovido sobre a terra? As plantas eram regadas pelo orvalho e Deus lhes falava de chuva abundante. Logo, foi preciso muita, mas muita fé mesmo para não jogarem tudo para o alto. Essa é outra lição: fé para prosseguir.

Além de muitíssima fé, foi necessário confiança. Veja que estamos falando de um Deus invisível. Sendo assim, não há dúvida de que incrédulos tentavam fazê-lo e também a sua família descrer da palavra que Noé recebera do Senhor. Quem sabe, houve pessoas que o ajudaram na construção da arca, mas colocavam minhocas na cabeça dele e da sua família. Assim, outra lição é a necessidade de confiança absoluta em Deus e, consequentemente, em sua palavra, a qual é fiel e verdadeira(I Ts 5:24).

Existem, além desses, outros aprendizados nessa bela e rica história. Contudo, penso que neste momento essas são suficientes para nos sentirmos motivados a permanecer fiéis e íntegros em toda a nossa maneira de viver. Não estou dizendo que seremos perfeitos, pois só Deus é; entretanto, falo de procurar agir com justiça, com bondade, com amor, com honestidade, com misericórdia e com persistência em fazer o que é bom.

Para concluir, quero dizer que valeu a pena Noé continuar andando com Deus mesmo em meio às tempestades e às prováveis críticas recebidas. Como recompensa, ele e sua família (a mulher, os três filhos e as três noras) entraram na arca e foram salvos do dilúvio. Ademais, passou a fazer parte da História do povo Deus de modo positivo, a humanidade foi recriada a partir da sua família e foi chamado de pregador da justiça (II Pedro 2:5). E quanto a você? Com quem tem andado? Faça como Noé: ande com Deus.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: