RSS

Um homem que andou com Deus

28 jun

     “Andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?” (Amós 3:3)      

     Uma das histórias bíblicas mais curtas, extraordinárias e enriquecedoras é a de Enoque – Gênesis 5:18 a 24. Por isso, gostaria de compartilhar com você algumas reflexões sobre ela.

     No entanto, antes de começar a discorrer a respeito desse tema tão apetitoso, preciso fazer uma pergunta simples, mas que o ajudará a refletir um pouco sobre sua vida: Com quem você tem andado? Todavia, como cada um de nós deve questionar-se a si mesmo, também vou fazê-la mais uma vez a mim: Com quem tenho andado? Agora, sim, estamos em pé de igualdade.  

     Conforme disse no primeiro parágrafo, é uma história bem curta. Por essa razão, não temos muitas informações sobre esse homem. Porém, as que temos são suficientes para alimentarmos a fé e, caso seja necessário, mudar a rota e atitudes impróprias diante de Deus.

    Uma das coisas que sabemos a respeito dele é que seu pai se chamava Jarede e que ele faz parte da sétima geração a partir de Adão. Também sabemos que viveu 365 anos, dos quais 300 ele andou com Deus – v 22 e 24 – e teve filhos e filhas. Portanto, era uma pessoa aparentemente comum à sua época, tal qual você e eu somos em nossa geração. 

     Segundo vimos, houve um período de 65 anos nos quais ele não andou com Deus. Por certo, Enoque cresceu ouvindo os mais velhos falarem a respeito do Senhor, da criação do Universo e, especialmente, sobre como Deus havia criado o ser humano – Gênesis 1:1 ao 28. Além disso, penso que ele conviveu com pessoas que lhe falavam da grandeza do Altíssimo e de como o Pai se importava com eles.

     Mesmo assim, decidiu seguir seu próprio caminho. Talvez, como tantas vezes acontece conosco, supôs que tinha condições de levar a vida sem a ajuda de Deus. Ou seja, bateu nele o sentimento de autossuficiência, tão comum a todos nós. Desse modo, foi viver segundo o que era conveniente e lhe aprazia, ou melhor, era agradável.  E seguiu seu rumo…

     Outra possibilidade é que tenha passado por uma grande adversidade, a qual o fez decepcionar-se com Deus, por considerá-lo injusto e mal. Quem sabe, nesse período, ele fez coisas muito ruins. Ou não. Entretanto, chegou um momento no qual sua vida passou por uma grande, significativa e definitiva mudança. E, a partir desse momento, Enoque passou a andar com o Senhor.

     Não sei se você é meio curioso (no bom sentido da palavra) ou imaginativo. Tenho que confessar que sou. E fico imaginando quais teriam sido os motivos que o levaram a mudar a rota. Uma doença? Um problema familiar? A morte de um ente querido? Um problema existencial? Uma experiência sobrenatural? Ou o quê?

    Talvez, antes de seu encontro com Deus, ele fora uma pessoa bem-sucedida financeiramente e também em sua vida relacional (mulher, filhos, pais, amigos e outros). Mas, ainda assim, sentisse um vazio interior ou existencial muito grande, vivia sem um propósito e, por causa disso, não via motivo para continuar existindo.

    Quer saber de uma coisa? Na realidade não importa qual foi a razão que o levou a uma mudança radical de vida. O que de fato importa é que esse camarada passou a viver de maneira diferente e isso agradou a Deus merecendo, inclusive, que sua história fosse inserida no livro de Gênesis e também na Galeria dos Heróis da Fé, a qual está em Hebreus 11: Pela fé Enoque foi arrebatado, de modo que não experimentou a morte; ‘ele já não foi encontrado porque Deus o havia arrebatado’, pois antes de ser arrebatado recebeu testemunho de que tinha agradado a Deus” – v 5.  

    Agora, penso que o momento é oportuno para fazer-lhe mais uma pergunta: Mas, afinal, o que é andar com Deus?

     Para buscarmos as possíveis respostas, e isso com base bíblica, precisamos retornar e retomar o texto inicial: “Andarão dois juntos, se não estiverem de acordo? ” (Amós 3:3). E, para facilitar o entendimento, primeiro vamos ver sinais do que é não andar com o Senhor, lembrando que esse “andar” do texto traz o sentido de comungar, compartilhar, concordar ou ainda aprovar as ações e atitudes de outrem.

     Então, parece-me que quase consigo ouvir você me dizer: “Não! Não é possível andar com uma pessoa da qual discordamos”. Também penso assim. Talvez em coisas sem muita importância até é possível. Contudo, quando envolve questões realmente significativas, não dá para seguir o mesmo caminho. Evidentemente, não estou falando de cortar a amizade (a não ser que ela esteja nos levando para coisas ilegais ou que nos fazem infelizes), mas de atitudes, comportamentos e outros semelhantes.

    No Salmo 1º:1, lemos o seguinte: “Bem-aventurado o varão/o indivíduo que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores”. Parafacilitar a compreensão, veja o mesmo versículo na versão NVI: “Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores!”

    A palavra ímpio apresenta diversos sentidos: 1. Aquele que age com crueldade; desumano.; 2. Que não expressa humanidade nem demonstra piedade ou consideração; cruel, bárbaro, desapiedado. Também pode significar “que não cumpre seus deveres” ou ser usado como o contrário de justo, o que é mais comum nas Escrituras Sagradas.

    Quando o salmista diz: “… nem se detém no caminho dos pecadores…”, ele quer dizer “daqueles que, deliberadamente ou intencionalmente, vivem na prática do pecado”. Isso porque todos nós somos pecadores (Romanos 3:23; 6:23). No entanto, existe uma grande diferença entre cometer um erro por acidente de percurso, sem intenção ou premeditação e viver fazendo o que é mal, mesmo sabendo que está errado e que deve mudar de atitude.  

     Infelizmente, o mundo está cheio de pessoas que se espelham nos que praticam coisas más e reproduzem suas perversidades. Muitas vezes, fazem até pior do que viram outros fazerem. Há muitos exemplos disso na sociedade, seja na política, nas relações comerciais e conjugais, na família. E ainda mais grave: até no meio religioso. Porém, o autêntico cristão sabe que sua referência e maior exemplo é Cristo – Hebreus 12:1,2 –, não pessoas, mesmo as que são corretas, uma vez que elas também são falíveis e em algum momento podem escorregar e decepcioná-lo.  

    A última parte do versículo fala: “… nem se assenta na roda dos escarnecedores”. A palavra escarnecer tem o sentido de debochar, humilhar, avacalhar, ridicularizar, achincalhar, ironizar e outros parecidos. Quando se trata do texto bíblico, escarnecedores são aqueles que agem dessa forma desrespeitosa em relação a Deus e a tudo que lhe diz respeito.  

     Sempre houve pessoas que procederam dessa maneira. Porém, hoje me parece que muitas pessoas perderam completamente a noção e o fazem sem nenhum escrúpulo, inclusive através dos meios de comunicação de massa (televisão, rádio, internet etc.). Mas o pior é que só o fazem porque normalmente têm uma plateia para aprovar e aplaudir aquilo que dizem. Lamentável!!!

     Tudo o que foi dito nesse versículo são sinais de que um indivíduo não anda com Deus. Entretanto existem outras coisas que evidenciam ainda mais esse não caminhar com o Senhor. Por uma questão de tempo e espaço, mencionarei apenas alguns, à luz da Palavra de Deus, para que possamos fazer uma autoavaliação: “Há seis coisas que o Senhor odeia, sete coisas que ele detesta/abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que traça planos perversos, pés que se apressam para fazer o mal, a testemunha falsa que espalha mentiras e aquele que provoca discórdia entre irmãos” – Provérbios 6:16-19.

     Agora, preciso dizer algo para você: todos nós temos a liberdade de acreditar ou não no que ensina a Bíblia. Ninguém é obrigado a seguir seus ensinos. O Senhor sempre deixou muito claro que cada pessoa tem o direito de fazer suas próprias escolhas. Afinal, ele não quer que sejamos robôs teleguiados, nem quem nos aproximemos dele por medo ou para obtermos privilégios.

     Ao contrário, o Pai deseja que nos acheguemos a ele por amor e reconhecimento de que ele nos ama, tem um plano de salvação para quem crê – João 7:37 e 38 – e merece nosso respeito.  Mas, caso você acredite, tenha sede de Deus, deseje andar com ele e obedecer à sua palavra, existem promessas maravilhosas para sua vida e família. Veja algumas delas:

  • “Bem-aventurado/verdadeiramente feliz aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos! (Salmos 128:1 – Leia todo o salmo e entenderá melhor)
  • “Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará”. (Salmos 1:3)
  • “Se vocês estiverem dispostos a obedecer, comerão os melhores frutos desta terra.” (Isaías 1:19)
  • “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)
  • “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. ” (Mateus 6:33)
  • “Por isso, não abram mão da confiança que vocês têm; ela será ricamente recompensada. Vocês precisam perseverar, de modo que, quando tiverem feito a vontade de Deus, recebam o que ele prometeu.” (Hebreus 10:35,36)
  • “E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos- Disse Jesus.” (Mateus 28:20)
  • “Ouvi uma forte voz que vinha do trono e dizia: ‘Agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os quais ele viverá. Eles serão os seus povos; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus. Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou’. Aquele que estava assentado no trono disse: ‘Estou fazendo novas todas as coisas!’ E acrescentou: ‘Escreva isso, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança’.” (Apocalipse 21:3-5)

     Essas promessas são apenas alguns exemplos, a fim de refrescar sua memória e fortalecer sua fé. Entretanto existem muitas outras, as quais servem de motivação para almejarmos conhecer melhor o Senhor. Agora, porém, é hora de retornarmos a Enoque. Vamos lá?

      Penso que ele procurou ser e agir como ensina o Salmo 1º: não andar segundo o conselho dos ímpios, não se deter no caminho dos pecadores, nem se assentar na roda dos escarnecedores. Em sua época, pelo que vemos nas Escrituras, muitos já não honravam ao Senhor. MAS ele escolheu ser diferente. E o resultado de sua escolha foi a que já vimos: “Pela fé Enoque foi arrebatado, de modo que não experimentou a morte; ‘ele já não foi encontrado porque Deus o havia arrebatado’, pois antes de ser arrebatado recebeu testemunho de que tinha agradado a Deus.” (Hebreus 11:5)

     Em João 14: 1 ao 6; vemos Jesus falando que ia para junto do Pai e que voltaria para nos levar para o céu. E em Mateus 25:34, ele fala: “Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo”.

     Desse modo, entendemos que Deus não quer apenas Enoque e mais uns gatos pingados juntos dele. Ao contrário, há um lugar VIP (Very Important Person1) reservado para cada pessoa que aceitar o Mestre como Senhor e Salvador da sua vida, porque Jesus “veio para o que era seu {o povo judeu}, mas os seus não o receberam. Contudo, aos que o receberam, a todos os que creram em seu nome, deu-lhes o direito/o poder de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus” – João 1:11-13.  

     Então, para concluir, preciso ressuscitar as perguntas: Com quem você tem andando? Com quem eu tenho andado?

     Como só podemos andar com o Senhor se estivermos de acordo com ele, desejo dar a mesma resposta que o apóstolo Pedro deu a Jesus quando muitos deixaram de seguir o Mestre. Também gostaria que você fizesse o mesmo, declarando: “Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna, e nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o Filho de Deus” (João 6:68,69).

     Depois que (re) fizermos essa declaração, vamos prosseguir caminhando com o Senhor até ele voltar para buscar sua Igreja, a qual é formada por todos quantos tomaram ou tomarem a decisão de segui-lo.

Sugestão de música:  

Anda com Deus – Ludmila Ferber ( https://www.youtube.com/watch?v=N7GFkthWuBQ)                                  

 

Tags: , ,

Uma resposta para “Um homem que andou com Deus

  1. Juliana Correia

    06/07/2020 at 09:01

    Maravilhoso ensinamento.

    Curtido por 1 pessoa

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: