Anúncios
RSS

Um convite especial:”Vem e segue-me” – Parte 2

01 nov

seguir os passos de Jesus

Parte 2 – O propósito do convite

Estamos de volta para analisarmos agora o propósito do convite feito por Jesus: “Vem e segue-me”. Como sabemos, cada convite que recebemos tem um propósito final: ir a uma festa, fazer uma viagem, brincar com alguém, praticar um esporte, realizar um trabalho, acompanhar pessoas e compartilhar algo com elas, etc.

Com Cristo não é diferente!. Ele tem propósitos bem definidos para nós quando nos convida a seguí-lo. Vejamos, então, alguns deles:

1° – Nos chama das trevas para a luz

“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.”(I Pedro 2:9)

Veja que maravilhoso convite. Cristo nos elegeu como um povo que tivesse o objetivo de anunciar as suas virtudes, tendo Ele nos tirado das trevas e nos levado para a sua luz. De acordo com o dicionário Luft, virtude quer dizer “disposição firme para o bem, prática do bem, boa qualidade moral, força moral, austeridade de vida, eficácia.” Veja que quando comentamos na parte 1 desse estudo o convite de Jesus, dissemos que as igrejas estão cheias de tudo-ex-o-que-não-presta. De fato, é para ser assim. Se recebemos esse convite quando estávamos distantes Dele fazendo uma inumerável quantidade de coisas das quais hoje nos envergonhamos, ao recebê-lo temos em nós o poder transformador do Espírito Santo a fim de que agora, limpos do pecado, tenhamos as qualidades que haviam em Cristo e que descrevemos acima.

2° – A uma vida de santidade

“Mas com é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver.”(I Pedro 1:15)

Dizemos que ser santo é ser separado do mundo. De fato, de acordo com o seu significado original, diz-se daquele que observa a lei divina, virtuoso, puro, inocente, bondoso, benevolente, de caráter religioso. Alguns acreditam ser isso impossível para um ser mortal como nós. No entanto, se estamos em Cristo ele nos capacita a não nos contaminarmos com as sujeiras desse mundo e nos ajuda a vivermos com Ele e para Ele. Transforma o nosso caráter imoral e contaminado. Se observarmos a sua santa palavra e procurarmos viver a cada dia seguindo as virtudes de Cristo, então estaremos vivendo em santidade com Ele.

3° – À liberdade

“ Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade.”(Gálatas 513) “Se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”(João 8:36)

Há muitas pessoas que vêem no servir a Deus uma escravidão. Acham que se estiverem em compromisso com Cristo em alguma igreja estarão presas àquilo e não poderão fazer as coisas que sempre gostaram de fazer. Na verdade, quando vimos para Cristo, muitas das coisas que tínhamos por hábito já não farão parte do nosso cotidiano. Por quê? O apóstolo Paulo nos responde isso em I Coríntios 6: 12 “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por elas.” Gosto muito da tradução da bíblia católica(Edições Loyola): “Tudo me é permitido, mas nem tudo é proveitoso para mim.” Olha que maravilha! Não é que somos proibidos de fazer e praticar determinadas coisas, é que quando recebemos a Cristo e o Espírito Santo vem morar em nós, temos a liberdade de escolhermos apenas o que nos faz bem e isso nos leva a vivermos uma vida que agrada ao coração de Deus. Servir a Cristo é estar livre do domínio maligno e poder escolher entre o bem e o mal. É ser livre e não andar escondendo nossas atitudes como um ladrão que precisa se esconder para não ser pego. É viver à luz do dia literalmente. É não dever nada a ninguém – em todos os sentidos da palavra “dever”. Viver em Cristo é viver livre!

4° – À salvação

“ E esta é a promessa que Ele nos fez: a vida eterna.”(I João 2:25) “E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. Estas coisas vos escrevi para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus.” (I João 5: 11-13)

Cristo nos convidou para seguí-lo. Esse convite requer reconhecermos que o sacrifício da cruz nos dá o direito a vida eterna com Ele no céu. Não nos deixa em dúvida se haveremos de tê-la ou não. Não depende de fazermos obras de caridade para sermos salvos. Não que elas não sejam necessárias, é óbvio. Elas são uma conseqüência da vida transformada que Cristo nos permite ter. A salvação é dada pela graça salvadora de Jesus Cristo, conquistada tão sofregamente na cruz a fim de nos resgatar da vida de pecado.

5° – À paz

“E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos”.(Colossenses 4: 15)

Paz quer dizer tranqüilidade de alma, ausência de conflitos, de perturbações; harmonia; silêncio, sossego.

Quando ouvimos o convite de Cristo e decidimos aceitá-lo recebemos uma paz que o mundo não tem. Não que não teremos que passar por conflitos ou problemas, mas, se tivermos que passar, mesmo assim estaremos em paz. Não há a possibilidade de sentirmos a verdadeira paz estando longe do Mestre. Muitos testemunham da transformação que Cristo fez em suas vidas ao resolverem seguí-lo. Isso não é apenas conto. É fato verídico. É incompreensível para aqueles que ainda não experimentaram a verdadeira paz. Gosto muito do Salmo 4:8 “Em paz me deitarei e dormirei porque só tu, Senhor, me fazes habitar em segurança.” Olha que tradução interessante a da Edições Loyola “Na mais completa paz eu me deito e adormeço, por que és tu, ó Senhor, que guardas minha vida.” Aquele que recebe ao Senhor até em seu sono têm paz. Isso é extraordinário!

6° – A uma vida abundante

“O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir. Eu vim para que os homens tenham vida e a tenham em abundância.”

Quando Jesus se refere ao ladrão está nos dizendo que Satanás – expulso do céu – é o que vem para trazer apenas dissabores. Mas Cristo é o que nos dá a possibilidade de vida abundante. Se estivermos em Cristo ele mesmo nos capacita a conquistarmos o que o Senhor já nos preparou desde a fundação do mundo. Vida abundante não significa exatamente termos muitas riquezas, mas sermos bem sucedidos em tudo aquilo que intentarmos fazer.

O convite de Cristo é também para você. Ele o convida para sair das trevas e experimentar  a sua maravilhosa luz, o convida a uma vida de santidade, à liberdade e não à libertinagem, à salvação, à paz e, com tudo isso, a uma vida abundante mesmo aqui na terra. Seja você também um convidado especial. Não queira o convite só para você, mas compartilhe dele com seus amigos assim como o fez o publicano Levi. Seja abundantemente feliz em Cristo!

Anúncios
 

Tags: , , ,

4 Respostas para “Um convite especial:”Vem e segue-me” – Parte 2

  1. Moises Rotiman

    17/05/2017 at 01:42

    Prezado, boa noite, a primeira parte não esta acessando, esta dando erro. Poderia verificar. Obrigado.

     
  2. hernandez

    27/05/2011 at 22:02

    marcos suas palavras são muito bonitas que com certeza deve ajudar grandes pessoas porque elas transmitem sabedoria e força para quem passa por momentos nao muito bons.
    Lembro ate um dia que vc passou um texto do joao teodoro.Me indentifiquei um pouco com ele e posso afirmar com certeza que fugir dos problemas nao é a melhor coisa.
    Um Abraço!!
    Boa sorte!!

     
  3. Lucineide chaves

    03/01/2011 at 00:49

    Parabéns! Esta mensagem edificou minha vida.

    Obrigada.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: