Anúncios
RSS

Arquivo da tag: plenitude

Motivação – Parte 2

Esta é mais uma parte do estudo sobre Motivação feito com os jovens da Igreja do Ev. Quadrangular no Jd. Fátima, em Nova Odessa. Se você não leu a primeira parte e deseja lê-la, clique AQUI.

inteligencia espiritual

Parte 2 – Capacitados por Deus

CAPACITADO POR DEUS

     Uma das “descobertas” mais fantásticas que fiz nessa área, e que revolucionou a minha vida, foi que podemos orar pedindo inteligência e que Deus nos capacita não apenas para o exercício daquilo que, muitas vezes, classificamos como ministério espiritual ou atividades espirituais mas também para nossas atividades cotidianas, sejam elas profissionais ou não. (Embora, como já mencionado acima, para o cristão não há divisão entre o espiritual e o secular/material, pois somos um ser espiritual.)  

Eu disse descobertas entre aspas porque li os textos sobre os quais discorrerei a seguir inúmeras vezes, porém me parece que em dado momento as verdades contidas neles “saltaram” das Escrituras para dentro de mim. E, justamente por isso, quero compartilhar com você algumas delas, pois tal tema é profundíssimo e jamais uma pessoa poderia explorá-lo em sua plenitude. Então, vamos passear pela Bíblia comigo e procurar essas pérolas de valor incalculável?

A primeira grande verdade é que podemos orar ao Senhor pedindo inteligência.

Será que de fato existe base bíblica para isso? Sim. E quem fez isso foram pessoas que tinham uma profunda intimidade com Deus e grandes experiências de vida, as quais servem de parâmetro para todos nós. Isso porque o mesmo que o Pai fez por eles também o fará por todos aqueles que crerem e buscarem Nele essa dádiva.

Primeiramente, gostaria de falar a respeito de Davi. No Salmo 119, vemo-lo dizer: “As tuas mãos me fizeram e me afeiçoaram; dá-me inteligência para que aprenda os teus mandamentos (73.). Sou teu servo: dá-me inteligência para entender teus testemunhos (125).  A justiça dos teus testemunhos é eterna; dá-me inteligência, e viverei (144). 

Observou o motivo pelo qual quis começar com esse servo do Altíssimo? Veja: Ele poderia ter orado pedindo riquezas, glórias, honras, belas mulheres, reconhecimento das pessoas, capacidade para vencer os inimigos, estratégias de guerra, etc., etc., etc. Contudo ele, repetidas vezes, pediu inteligência (ou, como em outras versões, entendimento, discernimento), a fim de que pudesse entender a palavra de Deus.

Portanto, a primeira conclusão a que podemos e devemos chegar é que, antes de qualquer coisa, precisamos receber essa capacitação para compreender os mandamentos e os testemunhos do Senhor.

Por certo ele, o salmista, orou assim por saber que “o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não podem entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus” (I Coríntios 2:14,10). Logo, se você quer compreender  e experimentar qual é a “boa, agradável, perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2), deve dirigir-se ao Senhor dessa maneira também, isto é, pedindo-lhe inteligência espiritual – a que é gerada e desenvolvida em nós pelo Espírito Santo. Read the rest of this entry »

Anúncios
 

Tags: , , , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: