Anúncios
RSS

Arquivo da tag: CORAÇÃO

Casa limpa e adornada

casa-coracao

Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” (Provérbios 4:23)

         Outro dia, em uma das minhas caminhadas de oração, comecei a pedir a Deus que me ajudasse a retirar do meu coração todo lixo que porventura houvesse nele, pois, ainda que tenhamos sido redimidos por Cristo, como humanos que somos, estamos sujeitos a pecar. E, se não tomarmos cuidado, nem perceberemos que entristecemos o Espírito Santo.

Enquanto conversava com o Senhor, veio-me à mente a imagem de uma casa e comecei a comparar nosso coração a ela. Por isso, gostaria de compartilhar com você algumas coisas que considero ser importantes para todos nós como cristãos desejosos de viver em comunhão com o Pai.

A primeira delas é que uma casa recém-construída é bela e bem asseada. Tudo está em ordem e a decoração lhe dá um toque especial. Então, o ambiente se torna realmente agradável e dá gosto de apresentá-la e compartilhá-la com alguém, sobretudo se for a pessoa a quem amamos e com a qual almejamos viver nossos dias e nossos sonhos.

Da mesma forma ocorre conosco quando entregamos nossa vida a Jesus, aceitando-o como nosso Senhor e Salvador. A casa, que é o nosso coração, é restaurada e todas as velharias e lixo são jogados fora. Há, agora, cheiro de novo, cheiro de limpeza, cheiro de vida. Sentimo-nos bem. Isso ocorre porque “se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Co 5:17). Logo, almejamos compartilhar com Deus tudo o que diz respeito a essa “casa nova”.

A segunda observação é que, com o passar dos dias, se a casa não for bem cuidada, a poeira começa a se acumular; a poluição faz com que a pintura se torne opaca; o lixo vai se acumulando; surgem insetos. Se houver terra, começam a nascer ervas daninhas. E a beleza de seus primeiros dias cede lugar à feiura. O brilho da alegria reinante Read the rest of this entry »

Anúncios
 

Tags: , , , ,

Pedido irrecusável

amor_de_deus

“Dá-me, filho meu, o teu coração…” (Provérbios 23:26)

    Por certo, todos nós já fizemos muitos pedidos e também já nos fizeram um sem-número deles. Alguns foram justos; outros, não; uns eram interessantes; porém, houve aqueles que, no mínimo, tinham uma cara estranha. Muitos puderam ser atendidos; no entanto, existiram os que não foram. E isso é normal para qualquer pessoa.

Outra coisa interessante é que tais pedidos foram feitos a pessoas de diversos níveis ou profissões ou por indivíduos também assim, porque todos, indistintamente, têm necessidades e sonhos.

Mais uma observação a ser feita é que eles aconteceram em momentos bem variados, uma vez que havia necessidades diferentes ou bem específicas. O que também é normal para pessoas “normais”, como nós todos.

Sendo assim, neste artigo, gostaria de refletir um pouco com você sobre este tema tão comum e, ao mesmo tempo, instigante. Entretanto, almejo destacar um desses pedidos, o qual não podemos ignorar.

Para isso, convido você a pensar um pouco sobre o momento do ano no qual estamos vivendo, que antecede o Natal e o Ano Novo. Isso porque muitos, especialmente as crianças, começam a fazer sua lista de coisas que gostariam de ganhar e das pessoas de quem esperam receber um presente: pais, amigos, tios, primos, colegas de trabalho ou outros considerados importantes.

Também é comum fazermos uma listinha com os nomes daqueles que pretendemos presentear. Fazendo isso, sem dúvida, demonstramos o quanto essas pessoas são especiais para nós. (É lógico que há aqueles que presenteiam somente para cumprirem uma obrigação ou um ritual comum à época do ano; contudo, refiro-me apenas a quem o faz com a motivação correta.)

Outra ocorrência corriqueira nessa fase do ano é fazermos pedidos ao Senhor. Afinal, quem não gostaria de receber os presentes que ele pode nos dar: a cura de uma enfermidade física ou mental, a solução de um problema familiar que tanto incomoda, a abertura de uma porta de emprego, um casamento feliz, uma casa, um carro novo, um filho ou qualquer outro?

Penso que todos nós gostaríamos, pois temos necessidades ou sonhos, não é mesmo? E entendo que não existe nenhum mal nisso porque Deus, como um pai amoroso que é, tem prazer em ver o bem-estar e a prosperidade de seus filhos: “Cantem e alegrem-se os que amam a minha justiça, e digam continuamente: O Senhor seja engrandecido, o qual ama a prosperidade/ o bem-estar do seu servo” – Salmos 35:27.

A tudo isso já estamos acostumados. Todavia, em Provérbios 23:26, há um pedido intrigante, pois foi feito por alguém improvável e que nos pede algo incomum. Veja: “Meu filho, dê-me o seu coração; mantenha os seus olhos em meus caminhos”.

Ora, estamos acostumados a pedir coisas ao Senhor. Porém, aqui acontece o contrário: é ele, o Deus Todo-Poderoso, que nos faz um pedido! E mais: quer o nosso CORAÇÃO!!!… Parece-nos um tanto incoerente e impossível atendê-lo. Afinal, como atenderemos seu pedido?

Apesar de parecer estranho, não é. Soa assim porque estamos habituados com pedidos humanos. Isso significa que normalmente eles envolvem coisas relacionadas à nossa vida terrena e a tudo aquilo que faz parte dela, seja algo material como uma casa, seja imaterial como paz, alegria, felicidade, segurança ou outros semelhantes a esses.

No entanto, nossa vida envolve coisas que ultrapassam os limites daquilo que é terreno e, em consequência disso, temporário ou efêmero. Por isso, aqui, o Senhor está falando de algo eterno e celestial. Daí, nossa incompreensão num primeiro momento.

Para compreendermos melhor, é preciso que vasculhemos nosso coração e tentemos entender ou descobrir a que ou a quem o temos dado. Ao fazermos essa profunda investigação, talvez alguns de nós descobriremos que o entregamos de bandeja aos maus sentimentos, ao materialismo ou aos vícios, os quais parecem ser bons. Entretanto, depois, percebemos que geram tão-somente uma realização e felicidade temporárias.

Quem sabe, outros hão de descobrir que entregaram seu coração a pessoas ou a relacionamentos que só geraram ou ainda geram prejuízos de natureza material ou, pior ainda, sofrimentos emocionais, psicológicos ou espirituais. Finalmente, descobrem que seu coração na realidade continua vazio e necessitado de paz.

É por essa razão que HOJE se faz Read the rest of this entry »

 

Tags: , , , ,

Depósito de lixo

coração sujo

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.”

(Prov. 4:23)

       Outro dia, em uma das minhas caminhadas de oração, comecei a pedir a Deus que me ajudasse a retirar do meu coração todo lixo que porventura houvesse, pois, ainda que tenhamos sido redimidos por Cristo, como humanos que somos, estamos sujeitos a pecar. E, se não tomarmos cuidado, não perceberemos que o Espírito Santo se irá de nós.

     Enquanto conversava com o Senhor, veio-me à mente a imagem de uma casa e comecei a comparar nosso coração a ela. Por isso, gostaria de compartilhar com você algumas coisas que considero ser importantes para todos nós como cristãos desejosos de viver em comunhão com o Pai. Read the rest of this entry »

 

Tags: , , , ,

O DONO DA CHAVE

Me derramar – Vineyard Music Brazil

                   Certa vez, um renomado pintor resolveu fazer uma exposição na qual propiciaria ao público apreciador de suas obras a oportunidade de se deliciar com toda a sua produção artística, resultado de anos de trabalho. Para essa ocasião ímpar, fez questão de convidar em especial seus grandes amigos que, obviamente, compareceram em peso ao evento de projeção internacional.

                   Depois de circularem por todo o espaço “degustando” cada quadro e de tecerem os maiores elogios, o pintor pediu-lhes um pouco de atenção e anunciou que havia uma surpresa para os presentes. Logo, todos começaram a (se) perguntar o que viria a ser. Então, após segundos de imenso suspense, que mais pareciam horas, convidou os presentes a se dirigirem a um outro ambiente, que nem fora notado pelas pessoas.

                   Ao chegarem lá, perceberam que havia algo coberto. Porém, não imaginavam o que viria a ser. Enquanto conjecturavam, o artista pediu ao seu ajudante que tirasse o pano que cobria o elemento-surpresa.No momento que isso foi feito, choveram aplausos e exclamações. Afinal, era uma obra-prima, logo a reação não podia ser outra. Read the rest of this entry »

 
1 comentário

Publicado por em 20/10/2008 em Motivação

 

Tags: , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: