Anúncios
RSS

Arquivo da tag: sucesso

Mantenha distância

mantenha-distancia

Sempre que trafegamos pelas rodovias, ou mesmo em vias urbanas, vemos caminhões ou similares com a seguinte advertência: “Mantenha distância”. Normalmente, trata-se de veículos que transportam produtos inflamáveis ou corrosivos. Outros, porém, levam quaisquer tipos de cargas, mas, ainda assim trazem esse alerta.

Talvez, por ser algo muito comum, os olhos leem, mas o cérebro parece não mais dar a devida importância à mensagem em questão. Isso, obviamente, pode representar um grande perigo a quem se aproxima demais. Justamente por essa razão, é comum, até demais, ocorrerem acidentes gravíssimos, os quais poderiam ser evitados se os motoristas levassem a sério esse aviso. Vidas seriam poupadas. Sofrimentos e prejuízos diversos não fariam parte da vida de tantas pessoas, não é mesmo?

Fazendo uma analogia com as demais áreas da vida, ou seja, uma relação, correlação ou aproximação, veremos que há muita semelhança. Quando tratamos da área espiritual, isso fica ainda mais evidente. Por esse motivo, quero compartilhar com você algumas reflexões sobre a necessidade de manter distância do mal. Para isso, veja o que diz Jó 1:1: Havia, na terra de Uz, um homem chamado Jó, íntegro, reto (ou justo), que temia a Deus e fugia do mal.

Considero essa declaração bíblica sobre Jó como uma das mais belas a respeito de uma pessoa. Entretanto, além da beleza, nela existem preciosas lições, as quais, se compreendidas e acatadas, sem sombra de dúvida evitarão que sejamos atropelados pelas carretas e caminhões que trafegam pela mesma estrada da vida que este veículo tão frágil, que somos todos nós.

A primeira coisa que me chama à atenção é que esse homem era (re)conhecido por sua integridade, isto é, por ter-se mantido ileso, intato, que não foi atingido ou agredido. No texto em questão, quer dizer que ele não havia sido afetado negativamente pela decadência moral e espiritual existentes em seu tempo. Apesar de conviver com a desonestidade e a falta de valores éticos, morais e espirituais de seus contemporâneos, Jó continuava sendo honesto. E, se você almeja obedecer aos mandamentos divinos, também precisa viver dessa maneira.

A segunda é que o texto declara que ele era reto. Segundo o dicionário, essa palavra quer dizer “que não tem curvatura, cujo traçado é linear; direto, direito. Em outras palavras: significa que ele seguia pela estrada da vida sem se desviar nem para a direita nem para a esquerda. Isso me faz lembrar do que Deus disse a Josué: “Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem-sucedido por onde quer que andar” –Josué 1:7.

Pelo que percebemos aqui, Jó agia desse modo. Ele se mantinha dentro da linha traçada por Deus. Ao fazer essa declaração, lembrei-me da antiga propaganda de uma marca de tênis. Ela mostrava duas situações bem distintas. Numa, a pessoa começava a correr em linha reta, entretanto, em pouco tempo, ia tombando para a direita e trombava num poste, porque estava calçando uma marca qualquer.

Logo em seguida, a segunda cena mostrava alguém que corria à vontade, fazia as curvas normalmente e chegava ao seu destino sem o menor problema porque usava o calçado da marca X. Pelo registro bíblico, vemos que Jó era assim, pois usava o calçado da obediência à palavra do Senhor. Além disso, vemos que ele era direito, ou seja, seguia a lei e os bons costumes; justo, correto, honesto; andava de acordo com os costumes, as normas morais e éticas etc.; certo, correto, justo.

Certamente foi por isso que esse homem recebeu tanto crédito de Deus e um lugar de destaque nas páginas do Livro Sagrado para os cristãos. Mas isso não é privilégio dele, pois o Pai não tem filhos prediletos: “Então Pedro, tomando a palavra, disse: Na verdade reconheço que Deus não faz acepção de pessoas” – Atos 10:34. Por isso, nós também precisamos e devemos ter tais características. Mesmo que vivamos no meio de tanta podridão moral, devemos viver dignamente diante do Senhor e dos nossos pares. Aliás, o Senhor não nos chamou para sermos iguais, mas diferentes (Romanos  12:2). Humildemente diferentes para o bem.

Outra razão que incluiu Jó nas Escrituras foi o fato de ser temente a Deus. Temer nesse caso não significa ter medo. O temor a Deus é um sentimento de Read the rest of this entry »

Anúncios
 

Tags: , , , , , , , , , ,

Feliz Ano Novo!

feliz-2016

     Ser feliz é o que todos nós mais desejamos. E não há nada de “anormal” nisso. Aliás, não é apenas algo almejado por nós. Deus nos projetou e criou para a felicidade. No entanto, faz-se necessário saber que o conceito humano sobre esse sentimento é bem diferente daquilo que o Senhor entende como a genuína felicidade.

Para o homem, ser feliz é possuir tudo aquilo que deseja e, ao mesmo tempo, não ter ou não ser atingido por aquilo que não quer. Entretanto, para o Pai é estar no centro da sua vontade. É saber que felicidade não consiste na ausência de problemas, mas na certeza de que Ele está conosco “todos os dias até, a consumação dos séculos” – Mateus 28:20 – e que em todas as coisas “somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou – Jesus” – Romanos 8:37.

Apesar de não existir uma receita humana para ser feliz, encontramos nas Escrituras Sagradas muitos ingredientes com os quais podemos fazer o delicioso bolo da felicidade, cujo sabor é indescritível e incomparável e cujos nutrientes nos farão saciados, satisfeitos e fortalecidos para vivermos o ano de 2016 de maneira sábia e vitoriosa, ainda que passemos por algumas circunstâncias adversas e tempestuosas. Veja alguns deles:

  • Estar ciente de que Deus jamais se esquece de nós – Isaías 49:15 e 16.
  • Lembrar que os pensamentos do Senhor a nosso respeito são de paz, e não de mal, para dar o fim que esperamos e que Ele se permite ser encontrado por nós – Jeremias 29:11 ao 14.
  • Ter sempre em mente que o Pai não desampara o justo nem deixa a sua descendência mendigar o pão, pois Ele é o nosso Provedor – Gênesis 22:14; Salmo 37:25; Provérbios 10:3.
  • Recordar que o Senhor é o nosso Juiz e a nossa Justiça; logo, podemos contar com Ele quando nos sentirmos injustiçados – Isaías 33: 22; Jeremias 33:16.
  • Saber que o Senhor fortalece ao cansado e dá grande vigor a quem está sem forças – Isaías 40:28 ao 31; Romanos 8:26.
  • Não se esquecer de que a palavra do Senhor é lâmpada para os nossos pés e luz para os nossos caminhos – Salmo 119:105.
  • Ter convicção de que nos momentos mais críticos da nossa vida Deus está conosco – Isaías 41:10; 43:2.
  • Saber que para ser feliz de verdade é preciso temer ao Senhor e andar nos seus caminhos – Salmo 128; Isaías 1:19.
  • Lembrar que verdadeiramente Deus é bom para com seu povo, para com aquele que é limpo de coração – Salmo 73:1.
  • Estar ciente de que existe um grande galardão para quem coloca o Senhor como prioridade em sua vida e planta boas sementes – Mateus 6:33; Marcos 10:29 e 30; Gálatas 6:7 ao 10; Hebreus 10:35.

 

Há, ainda, muitos outros ingredientes. Contudo, almejo acrescentar apenas mais dois deles:

  • Fazer aos outros apenas aquilo que gostaríamos que eles fizessem conosco – Mateus 7:12. Entendo que essa é a essência e o segredo de relacionamentos saudáveis e, consequentemente, produtivos e felizes. É a regra máxima do relacionamento
  • Ser grato. A gratidão abre portas e corações humanos. Ela também abre as janelas dos céus e bênçãos são derramadas sobre nós. Porém, a ingratidão leva à murmuração e à cegueira, impedindo o indivíduo de ver as dádivas já recebidas. Esse foi um grave pecado cometido pelo povo de Israel, o que provocou muito sofrimento e perdas irreversíveis para os israelitas. Que não seja assim conosco.  Portanto, tenha um coração grato tanto em relação ao Senhor como às pessoas com quem você convive ou passar a conviver no ano que logo terá início – Colossenses 3:15; I Tessalonicenses 5:18.

 

Que ao longo do próximo ano, você e eu façamos, a cada novo brilhar do sol ou da lua e das estrelas, o apetitoso e desejado bolo da felicidade. Que cada pedaço dele sacie a nossa fome e possa nutrir nosso corpo, alma e espírito de tal maneira que nossa felicidade transborde e contagie aqueles com quem convivermos, seja no trabalho, na escola, na igreja ou em quaisquer outros lugares. Que isso aconteça principalmente com a nossa família. Então: Felicíssimo 2016!!!

Sugestão: Ouça a música Bendito serei, do Nani Azevedo.

 

 

Tags: , , , , ,

O segredo do sucesso

chave segredo-sucesso

Se quiserdes e estiverdes dispostos a obedecer, comereis os melhores frutos desta terra.” (Isaías 1:19)

 

     Uma das coisas mais comuns a cada um de nós é fazer uma auto-avaliação, especialmente em momentos específicos da vida, sobretudo no final do ano. Nela, sempre estabelecemos comparações, seja com anos anteriores ou com outras pessoas, as quais consideramos bem-sucedidas.

Tais avaliações e comparações, entretanto, precisam ser feitas de forma sábia e criteriosa. Não que em si mesmas elas sejam más. Ao contrário, se elaboradas com sabedoria, poderão ajudar-nos a corrigir a rota, a estabelecer novas metas para atingir objetivos propostos ou mesmo a dar prosseguimento àquilo que estamos desenvolvendo no momento.

No entanto, caso as façamos de maneira equivocada, elas podem causar sérios prejuízos tanto de ordem material quanto de natureza espiritual. O que, fatalmente, gera decepção consigo mesmo e o pior: até com Deus. Então, como avaliar-se de modo sábio e, portanto, correto?

Penso que a primeira demonstração de sabedoria é reconhecer a diferença entre sucesso do ponto de vista humano e ser bem-sucedido aos olhos de Deus. Por quê? Por haver uma distância enorme entre os dois pareceres.

Para entendermos melhor, vejamos o que significa a palavra sucesso: (latim: successu) Êxito; resultado feliz. Agora, veja bem-sucedido: 1.Que  tem ou teve êxito ou sucesso em seu empreendimento. 2. Que está bem  financeiramente (Wikipédia).

Se atentarmos para o sentido atribuído pelo homem a essas duas palavras, verificaremos que obteve sucesso em 2014 quem se destacou em alguma área (financeira, social, esportiva, científica, política, intelectual ou quaisquer outras). E, em parte, esse conceito está correto, principalmente se tais indivíduos colheram bons frutos de forma honesta. Logo, merecem nossos aplausos em reconhecimento por seus feitos e conquistas.

Por outro lado, quando observamos tal conceito sob a ótica de Deus, a qual está expressa nas Sagradas Escrituras, veremos que o Senhor tem um olhar e parâmetros  bem diferentes para declarar se alguém é bem- sucedido ou não.

Quando voltamos nossos olhos para a Bíblia, encontramos em muitos textos argumentos que fundamentam o que estou falando. Porém, como não é possível colocar todos num artigo, tomo como base para a argumentação Josué 1º: 1 ao 9, o qual registra o encontro do Senhor com Josué, a quem escolhera para ser o sucessor de Moisés, que havia morrido. Nesse texto, Deus nos revela seu conceito de sucesso e prosperidade e como obtê-los.

O primeiro deles é ter um encontro pessoal com Ele, como teve Moisés e, agora, Josué: “E sucedeu que depois da morte de Moisés, servo do Senhor, que o Senhor falou com Josué, filho de Num…” (1:1).

O segundo é saber que cada um cumpre a sua missão e é recolhido por Deus. Moisés cumprira a dele. Então era o momento de Josué assumir o comando e fazer a parte dele: “Moisés, meu servo, está morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão…” (1:2).

O terceiro é estar ciente de que existe uma promessa de Deus, a qual Ele é fiel e justo para cumprir em sua vida: “Todo lugar que pisar a planta do vosso pé vo-lo tenho dado, conforme eu disse a Moisés” (1:3; ler também Números 23:19).

O quarto: estar convicto de que Deus promete estar conosco para que possamos prosperar naquilo que faremos: “Ninguém conseguirá resistir diante de ti, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo: não te deixarei nem te desampararei” (1:5; ler Mateus 28:20b).

O Quinto: Deus está conosco; porém, não fará aquilo que nos compete. Precisamos, portanto, cumprir nossa parte na aliança: Read the rest of this entry »

 

Tags: , , , , , , ,

MAIS QUE VENCEDORES

 

vencedor

         Ouça ( clicando no link )

         Mais que vencedores – Rayssa e Ravel

         Mais que vencedores – Voz da Verdade

                    Há na Bíblia dois textos muito conhecidos que todos, ou quase todos os leitores, sabem de cor. Um deles é: “Posso todas as coisas em Cristo, que me fortalece” (Fl 4:13). O outro: “Mas em todas essas coisas somos mais que vencedores por aquele {Cristo} que nos amou(Rm 8:37). 

         No entanto, apesar de serem tão conhecidos, a maioria das pessoas os sabe intelectualmente, isto é, conhecem as palavras, porém não os tomou como grandes e profundas verdades de Deus para sua vida. Por isso, quando muito, tais palavras agem somente em suas emoções, trazendo um refrigério ou motivação imediatos, contudo superficiais, transitórios, temporários. Não se tornam, portanto, armas poderosas contra as adversidades que mais cedo ou mais tarde lhes sobrevirão.

         Após esse breve período de tempo, voltam o medo, a insegurança, as frustrações que imperavam em suas mentes e continuam como antes. Read the rest of this entry »

 
 

Tags: , , ,

QUESTÃO DE ESCOLHA

                  Caminhada – Voz da Verdade (passe o mouse e ouça)

 

               Se eu perguntasse por que você vai ler esse texto, certamente me diria que decidiu lê-lo. E é bem provável que consideraria essa indagação no mínimo tola ou inoportuna. E eu lhe falaria que tem razão em tudo. E mais: acrescentaria que sua resposta foi muito sábia. Por quê? Porque realmente tudo o que fazemos é resultado de decisões que tomamos, de escolhas que fazemos. Adicionaria ainda que isso é , ao mesmo tempo, um gigantesco privilégio e uma tremenda responsabilidade, pois indica que temos à nossa disposição o livre arbítrio, isto é, podemos tomar o caminho considerado mais adequado ou prazeroso. 

              Considero essa liberdade de escolha um privilégio porque temos o direito e muitas vezes o poder de optarmos pela roupa que queremos usar, pelo que vamos comer, pela profissão que almejamos exercer, pela pessoa com quem desejamos nos relacionar, pela quantidade de filhos ou por não tê-los, e tantas outras coisas mais que seria impossível mencioná-las todas. Que maravilhoso isso, não? Read the rest of this entry »

 
 

Tags: , , ,

CHAMADO PARA SER BÊNÇÃO

Eu tenho um chamado                 

 

                   Quando olhamos para os servos de Deus, cujas histórias  ficaram registradas nas Sagradas Escrituras, ficamos realmente maravilhados, pois vemos na vida de cada um deles um propósito específico. Percebemos que eles nasceram para fazer a diferença; não apenas para ser mais um. Muitas vezes, até nos emocionamos; em  outras, quase os consideramos como “super-heróis” espirituais.

                  Vejamos, por exemplo, o caso de Abrão, um homem comum, cujo nome significava “Pai das Alturas”. Era muito bem casado, morava entre seus familiares e, provavelmente, cercado por amigos. Sua vida financeira era estável: possuía gado em abundância. Um dia, porém, recebeu uma visita do Anjo do Senhor, que veio trazer-lhe uma mensagem especial: deveria sair da sua terra, do meio da sua parentela, e ir para um lugar que Deus indicaria. Até aí tudo bem. O problema é que com essa mensagem veio também a de que se tornaria “pai de uma grande nação”. Como isso aconteceria, se ele não tinha filhos, Sarai – sua mulher- era estéril, e ambos já estavam velhos? Como, pois, isso seria possível?

Queridos, é para isso que eu gostaria de lhes chamar à atenção: era humanamente impossível. No entanto, quando o Senhor chama, também capacita. E foi isso o que aconteceu com aquele casal: receberam a capacitação necessária. Mas quero que saibam que o cumprimento da promessa só foi possível porque eles creram, mesmo que tudo caminhava em sentido contrário àquilo considerado lógico, racional. Read the rest of this entry »

 

Tags: , ,

Da tragédia pessoal ao sucesso

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (II Co 5:17)

Muitos homens de Deus viveram grandes tragédias em suas vidas. No entanto, não permitiram que tais eventos negativos os levassem à auto-comiseração, à depressão e à destruição. Pelo contrário, a partir deles tornaram-se grandes, bem-sucedidos e servem de exemplo para todo aquele que quer ser vencedor ou mais do que vencedor, como eles o foram. Read the rest of this entry »

 

Tags: ,

 
%d blogueiros gostam disto: